Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Menores se rebelam e fazem reféns em duas unidades da Fundação Casa

Motins em unidades das zonas Leste e Oeste começaram após tentativas de fuga; não há registro de feridos

Por Da Redação 12 ago 2013, 13h57

Duas unidades da Fundação Casa, a antiga Febem, na capital paulista registraram rebeliões e tomada de reféns nesta segunda-feira.

A primeira rebelião teve início às 9h, na unidade de Vila Leopoldina (Zona Oeste), após uma tentativa frustrada de fuga.

Doze funcionários chegaram a ser feitos reféns pelos menores. Colchões foram queimados. O motim acabou por volta de 13h, após negociações entre os menores e membros da Corregedoria da fundação e da Superintendência de Segurança e Disciplina. A unidade tem capacidade para 150 internos e no momento da rebelião abrigava cem menores.

A Fundação não confirma se algum funcionário ficou ferido.

Já o segundo motim teve início às 12h, em uma unidade do Itaquera, na Zona Leste. Segundo a Fundação Casa, houve registro de fugas – o número ainda está sendo contabilizado. Os menores que não conseguiram fugir deram início à rebelião e tomaram um número indeterminado de reféns. O diretor da unidade está entre eles. Às 15h10, dezenove reféns foram libertados, mas ainda há funcionários em poder dos menores. Membros da Corregedoria ainda negociam as libertações.

A Fundação afirma que a unidade tem capacidade para 150 menores, e no momento da rebelião abrigava 103.

As rebeliões ocorrem menos de um mês após um motim na unidade da Fundação Casa em Franco da Rocha, na Grande São Paulo, onde 92 menores estavam internados. Na ocasião, dezessete funcionários foram feitos reféns por três horas. Três ficaram feridos.

(Atualizado às 15h27)

Continua após a publicidade
Publicidade