Clique e assine a partir de 9,90/mês

Sob risco de lockdown, SP volta a ter isolamento abaixo de 50%

Taxa ficou em 47% na sexta-feira, longe da meta de 55%. Governo Doria está avaliando 'dia a dia' a possibilidade de medidas restritivas mais rígidas

Por Eduardo Gonçalves - Atualizado em 16 Maio 2020, 15h59 - Publicado em 16 Maio 2020, 15h43

O governo do São Paulo informou que o isolamento social neste sábado ficou na faixa de 47% nesta sexta-feira, dia 15. A atual meta das autoridades estaduais para conter a proliferação do novo coronavírus é de 55%. A Covid-19 já causou a morte de mais de 4.500 pessoas em São Paulo.

Em coletiva de imprensa, o governador João Doria (PSDB) anunciou na sexta-feira que já criou um protocolo para o “lockdown” local e regional, mas que “neste momento ele não será aplicado”. “Se houver necessidade, aplicaremos e informaremos. Nós estamos avaliando isso dia a dia, com cuidado e atenção“, disse ele.

Lockdown significa a medida mais radical possível de quarentena para forçar a população a fazer distanciamento social e ficar em casa nesse período de pandemia. Um estudo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) indicou que um lockdown pode ser “inevitável” caso a taxa de isolamento não suba em SP.

Mesmo com o aumento no número de mortes por Covid-19 e o rodízio especial aplicado na capital São Paulo, os níveis de isolamento não têm aumentado.

O secretario estadual de transporte, Alexandre Baldy, defendeu na sexta que a capital aplique restrições permitindo que apenas trabalhadores de atividades essenciais usem o transporte público nos horários de pico – entre 5h30 e 8h, e das 17h30 às 19h30.

Os dados de isolamento são calculados por uma central de inteligência que analisa as informações de telefonia móvel de cidadãos de 104 cidades com mais de 70.000 habitantes.

ASSINE VEJA

Covid-19: Amarga realidade As cenas de terror nos hospitais públicos brasileiros e as saídas possíveis para mitigar a crise. Leia nesta edição.
Clique e Assine
Continua após a publicidade
Publicidade