Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Influencer alvo da PF reafirma que irmã de Neymar doou R$ 80 mil

Salomão Vieira afirmou que Rafaella Santos repassou dinheiro para ajudá-lo na contratação de seguranças quando estava no QG de São Paulo

Por Ricardo Chapola
Atualizado em 17 nov 2023, 11h45 - Publicado em 15 nov 2023, 14h24

Investigado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) sob suspeita de ajudar a financiar os acampamentos golpistas pouco antes dos ataques de 8 de janeiro à Praça dos Três Poderes, o influenciador gospel Salomão Vieira afirmou em uma live ter recebido 80.000 reais de Rafaella Santos, irmã de Neymar, para contratar seguranças particulares para acompanhá-lo em manifestações em frente ao quartel-general do Exército em São Paulo. Os protestos, de cunho golpista, questionavam o resultado das eleições presidenciais e pressionavam o então presidente Jair Bolsonaro a convocar as Forças Armadas e promover uma virada de mesa.

“Eu fazia voos de helicóptero, lembram disso? Dormia todos os dias (nos arredores do) QG de São Paulo num hotel de luxo onde a diária era de 912 reais. Pagava quatro seguranças, aí sim com dinheiro de doação. Meus fãs e seguidores doavam, como o jogador Rivaldo doou, como a Rafaella, irmã de Neymar, que doou 80 mil reais e sabia que eu usava isso para pagar segurança. Eu era muito ameaçado”, diz Vieira num trecho da transmissão.

Na semana passada, VEJA revelou que o influenciador gospel é investigado pela Polícia Federal entre outras coisas porque teria recebido doações de Rivaldo e da irmã de Neymar na época em que ajudava a arrecadar dinheiro para a manutenção dos acampamentos. Foragido do país e alvo de um mandado de prisão, Vieira migrou para o Paraguai, onde confidenciou a outros investigados, também alvos do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, a identidade de algumas personalidades que o teriam ajudado com doações. Na ocasião, afirmou ter recebido 50.000 reais do pentacampeão do mundo e uma ajuda financeira de Rafaella (até então sem revelar valores). Um dos interlocutores de Salomão foi ouvido recentemente pela PF e decidiu contar o que ouviu aos policiais.

Procurado, Rivaldo confirmou, por meio de seu advogado, ter feito duas doações, num total de 2.000 reais, ao influenciador investigado. Disse que realizou os repasses em novembro do ano passado e que eles foram feitos a pedido de Vieira. De acordo com a defesa do ex-jogador, que também é evangélico, os donativos seriam para ajudar pessoas carentes da igreja de Salomão.

Em um primeiro contato, a assessoria de imprensa da irmã de Neymar negou que Rafaella tenha feito qualquer transferência de dinheiro ao cantor gospel e disse que ela não tem nenhum tipo de relação com Vieira. VEJA voltou a procurar Rafaella para questioná-la sobre o conteúdo da live, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.