Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Febre amarela: distâncias entre áreas de risco estão diminuindo

Secretaria de Saúde mantém recomendação de que devem antecipar vacinação somente quem mora ou viaja em área de risco

O governo de São Paulo incluiu mais quatro distritos da capital na campanha antecipada de vacina fracionada contra a febre amarela. São os distritos do Jabaquara, Cidade Ademar, Cursino e Sacomã, na zona sul da cidade. Pelo cronograma inicial, esses distritos estavam no fim do cronograma de campanha antecipada, que começa nesta quinta-feira, 25.

A medida foi adotada depois da confirmação da morte de um macaco por febre amarela na região. Como ação preventiva, o governo determinou o fechamento do zoológico de São Paulo, do Zoo Safari e do Jardim Botânico a partir desta terça-feira.

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo mantém a recomendação de que quem mora fora, não trabalha e não visita as áreas indicadas para antecipação da vacina não precisa se alarmar.

Renato Kfouri, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), diz que já era esperado que o vírus da febre amarela atingisse novas regiões da cidade. “Da mesma forma que se espera que ele siga pela chamada rota ecológica, que engloba a região do Vale do Ribeira.”

Segundo Kfouri, as distâncias entre áreas de risco e aquelas sem indicação de vacinação antecipada estão se encurtando. “A dinâmica é essa, vão se ampliando as zonas de recomendação”, disse. “Hoje estou na Paulista, fora da área de risco, mas é lógico que em algum momento vou me deslocar para essas regiões.”

Por isso, segundo ele, é que a vacinação seja universal. “Todos precisarão ser vacinados.”

De acordo com ele, a logística impede a vacinação de 40 milhões de pessoas em uma semana. Daí a necessidade de dividir a campanha de vacinação por etapas.

A campanha antecipada atingirá também bairros da zona Leste (Cidade Líder, Cidade Tiradentes, Guaianases, Iguatemi, José Bonifácio, Parque do Carmo, São Mateus e São Rafael) e zona sul (Capão Redondo, Cidade Dutra, Grajaú, Jardim São Luís, Pedreira, Socorro, Campo Limpo e Vila Andrade).

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a campanha se entenderá em um segundo momento para os bairros de Ermelino Matarazzo, Itaim Paulista, Itaquera, Jardim Helena, Lajeado, Ponte Rasa, São Miguel, Vila Curuçá, Vila Jacuí, Arthur Alvim, Cangaíba, Carrão, Penha, Tatuapé, Vila Matilde.

Depois, serão incluídos distritos da região da Bela Vista, Bom Retiro, Cambuci, Consolação, Liberdade, República, Santa Cecília, Sé; Alto de Pinheiros, Barra Funda, Butantã, Itaim Bibi, Jaguará, Jaguaré, Jardim Paulista, Lapa, Morumbi, Perdizes, Pinheiros, Rio Pequeno, Vila Leopoldina, Vila Sônia, Campo Belo, Campo Grande, Santo Amaro.

Por fim, a campanha vai atingir os distritos de Água Rasa, Aricanduva, Belém, Brás, Ipiranga, Moema, Mooca, Pari, São Lucas, Sapopemba, Saúde, Vila Formosa, Vila Mariana, Vila Prudente.