Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Eunício Oliveira: “Sei o que fiz e não fiz”

O virtual presidente do Senado diz que não se sente constrangido em assumir o cargo apesar de seu nome constar no rol de investigados da Operação Lava Jato

Se tudo transcorrer como combinado, Eunício Oliveira (PMDB-­CE) será eleito nesta quarta-feira para comandar o Congresso pelos próximos dois anos. O senador é um político que se pode chamar de “tradicional”, sucessor de um projeto de poder também tradicional e conhecido. Ele se elegeu deputado federal em 1998 e, desde 2011, ocupa uma das cadeiras do Senado. Nesse período, aproximou-se de dois exponentes do partido, o senador Renan Calheiros e o ex-senador José Sarney. Junto com o também senador Romero Jucá, Eunício, Renan e Sarney são conhecidos como os “caciques do PMDB” – um grupo que, pela capilaridade e influência, tem o condão de ditar para que lado os ventos da política devem soprar. Em entrevista a VEJA, o senador disse que não teme o fato de seu nome ter sido citado na Lava Jato e que nunca recebeu dinheiro ilegal. Diz que, caso seja eleito, vai ter uma atuação discreta, dedicar-se aos projetos que tratam das reformas econômicas e recuperar a imagem do Parlamento. Disse, ainda, que vai recolocar em discussão o projeto de abuso de autoridade, mas que a anistia ao caixa dois não está na pauta. Afirmou também que o presidente Michel Temer, do seu partido, não lhe pediu nada e que tanto na reforma trabalhista quanto da Previdência conversará com o governo e com as entidades de classe e que fará a reforma possível. “Nada entra no Congresso e sai como entrou”.

Para ler a reportagem na íntegra, compre a edição desta semana de VEJA no iOS, Android ou nas bancas. E aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. O cara nem entrou e já fala e votar o projeto de abuso de autoridade…O que podemos esperar de um filhote do Sarney e amigão do peito do Renan e Jucá ?/?/?

    Curtir

  2. Caius Justus

    FECHEM O SENADO E A CÂMARA! DEPÓSITO DE ESTRUME CHEIRA MELHOR…

    Curtir

  3. SAI UM COCO E ENTRA UMA BOSTA……..SEM FIM ESTE DESFILE DE VERMES

    Curtir

  4. eber alves da rocha

    Esse é o político certo no momento certo! Reformas, já!

    Curtir

  5. José De Sousa Santos

    O que Eunício disse que vai fazer ou deixar de fazer pouco importa à prosperidade do país. É só a continuidade de um câncer que corroi o Brasil, e ele nem se esforça em desmenti-lo, mesmo porque seria infrutífero.

    Curtir

  6. Jose Eugenio Bevilaqua

    (Risos, infelizmente) Mais um porco do chiqueiro e puteiro brasileiro? Porcão do chiqueirão republicano ‘democrático’, rsrsrsrs…

    Curtir

  7. sebastião osvaldo silva

    E a bandidagem continua se perpetuando!

    Curtir

  8. Noel Andrade

    É só ladrão que tem na política brasileira, os que não estão nesta categoria são, traficantes, assassinos, estelionatários, enfim, tudo o que não presta você encontra no congresso.

    Curtir

  9. Luciano Dias

    Mais um. Depois de tudo o que se passou. O que dizer…

    Curtir

  10. Só gangster no governo. Que país é esse?

    Curtir