Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Doente, Mladic se nega por primeira vez a comparecer ao TPII

Por Valerie Kuypers 10 nov 2011, 14h23

O ex-chefe militar dos sérvios da Bósnia, Ratko Mladic, de 69 anos, que há vários meses diz estar doente, se recusou pela primeira vez, esta quinta-feira, a comparecer a uma audiência no Tribunal Penal Internacional para a Iugoslávia (TPII).

“Não estou em condições de assistir aos procedimentos perante esta corte, devido a uma doença”, afirmou Ratko Mladic em documento publicado pelo TPII, três horas antes de começar uma audiência dedicada especialmente à preparação do processo.

Em uma primeria audiência, em 3 de junho, o general reformado disse ser “um homem extremamente doente”. Em 6 de outubro, afirmou sofrer de cálculo renal. Em agosto, tinha sido operado de uma hérnia de disco.

Preso no centro de detenção do TPII em Haia, Holanda, Mladic é processado por seu papel no massacre de 8.000 muçulmanos de Srebrenica, em julho de 1995, o pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

Continua após a publicidade
Publicidade