Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Datafolha e Ibope projetam segundo turno entre Paes e Crivella

No Rio, ex-prefeito segue na liderança e venceria o atual mandatário; Ibope aponta Benedita à frente de Martha Rocha

Por Da Redação Atualizado em 14 nov 2020, 20h07 - Publicado em 14 nov 2020, 16h12

O ex-prefeito do Rio de Janeiro e candidato pelo Democratas, Eduardo Paes, consolidou o favoritismo nas últimas pesquisas de intenção de voto, divulgadas neste sábado, 14. De acordo com o Datafolha, Paes aparece com 40% das intenções de voto no levantamento de véspera das eleições. Esta é a última pesquisa antes do primeiro turno, que será realizado neste domingo 15. O ex-prefeito é seguido pelo atual prefeito, Marcelo Crivella, do Republicanos, que contempla 18% das manifestações a favor de sua candidatura, de acordo com o Datafolha. Em terceiro lugar, aparece Martha Rocha, do PDT, que encampa 13% dos votos, segundo o instituto de pesquisas. Votos em branco e nulos ou em nenhum dos candidatos somam 13%. Os que não sabiam em quem votar ou não responderam foram 3%.

Em seguida, aparece Benedita da Silva, do PT, que tem 10%. A petista é seguida por Luiz Lima (PSL), com 6%; Renata Souza (PSOL), que tem 5% das intenções de voto; Paulo Messina (MDB), com 3% das intenções de voto; e Bandeira de Mello (Rede), com 2%; segundo o instituto de pesquisas. Clarissa Garotinho (Pros), Fred Luz (Novo) e Glória Heoliza (PSC) têm 1% de acordo com os dois levantamentos. Cyro Garcia (PSTU), Suêd Haidar (MPB) e Henrique Simonard (PCO) tiveram menos de 1% também de acordo com o instituto.

Os dados da pesquisa Ibope apontam uma surpresa. De acordo com o instituto, diferentemente do que projeta o Datafolha, Benedita da Silva, aparece à frente de Martha Rocha. A candidata do PT tem 13% das intenções de voto ante 11% da pedetista. Os números de Paes e Crivella projetados pelo instituto são levemente divergentes dos apontados pelo Datafolha. Segundo o instituto, Paes tem 41% e Crivella aparece com 16%. De acordo com o Ibope, Martha Rocha oscilou negativamente, de 17% para os 11%.

O Datafolha também buscou mapear os eventuais cenários de um segundo turno na capital carioca. As pesquisas experimentaram a presença de Eduardo Paes em cenários de segundo turno. O ex-prefeito aparece em vantagem nos três cenários projetados, contra Crivella, Martha Rocha e Benedita da Silva. Paes vence o atual prefeito por 57% a 22% segundo o Datafolha. Se Martha Rocha for a pleiteante ao cargo contra o ex-prefeito, a vantagem é de 46% a 33%. O instituto aponta ainda uma vitória de Paes por 49% ante 26% contra Benedita da Silva.

  • Paes viu sua intenção de votos oscilar dentro da margem de erro, de 41% na última pesquisa para o atual patamar, de 40%, segundo o Datafolha. A candidata do PDT, no comparativo entre as duas últimas pesquisas também manteve-se estável: caiu de 14% para os atuais 13% de acordo com o Datafolha. Crivella, por sua vez, também oscilou dentro da margem de erro, passando de 17% para 18% das intenções de voto. Benedita assistiu à vocação para votar em seu nome se manter estável em 10% de acordo com o Datafolha.

    As pesquisas também averiguaram o nível de rejeição dos candidatos. O atual prefeito Marcelo Crivella lidera quando os eleitores são indagados em quem não votariam de jeito nenhum. Ele aparece com índice de rejeição de 62% de acordo com o Datafolha e com 59% de acordo com o Ibope. Atual líder das pesquisas, Paes é o segundo colocado no quesito rejeição, com 32% das manifestações negativas segundo o Datafolha. O Ibope coloca o demista em quarto lugar no índice de rejeição, com 27% atrás de Benedita e da filha do ex-governador Anthony Garotinho, Clarissa Garotinho. Ela é rejeitada por 28% segundo o Datafolha e é seguida por Benedita da Silva, também com 28%. Segundo o Datafolha, Martha Rocha amarga rejeição de 16%.

    O Datafolha ouviu 1.875 eleitores entre os dias 13 e 14. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança utilizado é de 95%, o que significa que há a probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro. O número de registro na Justiça Eleitoral é RJ-08430/2020. O Ibope entrevistou 1.204 eleitores no Rio de Janeiro entre 12 e 14 de novembro e tem margem de erro de três pontos percentuais para mais ou menos. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número RJ‐02939/2020.

    Continua após a publicidade
    Publicidade