Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após fechamento de gráfica, Inep diz que cronograma do Enem está mantido

Empresa responsável pela impressão do exame desde 2009 informou em 1º de abril que encerrou suas operações no Brasil

Apesar da falência da gráfica contratada para imprimir os cadernos de questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o cronograma da prova está mantido de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). A instituição afirmou que o exame será realizado nos dias 3 e 10 de novembro, seguindo o que foi publicado no edital.

“Em relação à falência da gráfica contratada para a diagramação e impressão dos cadernos de prova da edição deste ano do Enem, existem alternativas seguras sendo avaliadas”, informou o Inep, em nota oficial.

Nesta segunda-feira, 1º, a RR Donnelley, multinacional responsável pelo exame desde 2009, informou que “precisou encerrar suas operações no Brasil” por causa das “atuais condições de mercado”. A notícia causou apreensão entre especialistas sobre a manutenção do cronograma da prova.

As inscrições para participar do exame vão ocorrer entre os dias 6 e 17 de maio. O prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição para o Enem 2019 e para justificar ausência na edição anterior ficará aberto até 10 de abril. A taxa de 85 reais para participação na prova deverá ser quitada entre os dias 6 e 25 de maio, em casas lotéricas, agências bancárias ou nos Correios.

O exame é composto de quatro provas com 45 questões objetivas cada e uma redação de, no máximo, trinta linhas. Para este ano, o Inep instalou uma comissão para avaliar as questões que estão disponíveis para ser utilizadas na prova e decidir quais ficarão de fora.