Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Colunistas de VEJA analisam investigações sobre Abin paralela em live

Programa Os Três Poderes tem participação especial de Jorge Pontes, ex-delegado da Polícia Federal e colunista de VEJA

Por Da Redação Atualizado em 2 fev 2024, 11h03 - Publicado em 2 fev 2024, 08h00

As investigações da PF que revelaram atividades paralelas na Abin serão debatidas no programa Os Três Poderes desta sexta, com apresentação de Ricardo Ferraz e comentários de Robson Bonin, Matheus Leitão e Ricardo Rangel. O colunista Jorge Pontes, ex-delegado da Polícia Federal, também participa.

O inquérito que investiga a atuação da Abin no governo Bolsonaro é sigiloso e, portanto, não se conhecem os detalhes. Pelo que se sabe até agora, a Polícia Federal identificou que o programa de geolocalização First Mile foi usado ostensivamente em 2020, especialmente durante as eleições municipais. Foram milhares de consultas nesse período, quando a agência era comandada por Alexandre Ramagem. A suspeita é que existia uma espécie de Abin paralela, uma organização informal que teria a participação de dirigentes do órgão, policiais e espiões voltados a bisbilhotar a vida de alvos predeterminados e investigar clandestinamente eventuais adversários do governo.

Sem autorização legal, a ferramenta de fabricação israelense, adquirida no fim de 2018, durante o governo do presidente Michel Temer, permite rastrear milhares de números de telefones simultaneamente. O ministro Alexandre de Moraes, responsável pela investigação que tramita no Supremo Tribunal Federal, teria sido um dos alvos do grupo.

Primeiros desafios na Justiça

Ricardo Lewandowski tomou posse como ministro da Justiça e Segurança Pública nesta quinta-feira, 1º, e defendeu um esforço nacional conjunto para combater o crime organizado no país. Em seu discurso, ele afirmou que a segurança pública será prioridade na pasta e indicou que deve seguir o mesmo estilo de gestão de seu antecessor, Flávio Dino.

“Não apenas o Brasil, mas todos os países do mundo enfrentam um temido desafio, que é o da criminalidade organizada”, disse. O novo ministro afirmou que o aumento da criminalidade está ligado à exclusão social, à miséria, ao desemprego e à falta de saneamento, de educação e outros problemas sociais. Os próximos desafios do novo ministro entram na pauta do programa desta sexta.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.