Clique e assine a partir de 9,90/mês

Brasil chega a mais de 1.200 mortos por coronavírus

Segundo o último balanço do Ministério da Saúde, o número de casos confirmados de Covid-19 alcançou a marca de 22.169

Por Eduardo Gonçalves - Atualizado em 12 abr 2020, 19h52 - Publicado em 12 abr 2020, 17h11

O número de mortes registradas no Brasil em decorrência da Covid-19 chegou a 1.223, segundo o último balanço divulgado pelo Ministério da Saúde neste domingo, 12. Nas últimas 24 horas, foram confirmados 99 óbitos. O número total de casos de coronavírus, incluindo de vítimas, é de 22.169 – o que representa um acréscimo de 1.442 novos diagnósticos em relação à última divulgação.

O estado de São Paulo ainda concentra o maior número de mortes (588), seguido por Rio de Janeiro (170), Pernambuco (85) e Ceará (74). Os casos estão concentrados em sua maioria na região Sudeste (57,7%), Nordeste (19,2%), Sul (9,7%), Norte (8,6%) e Centro-Oeste (4,8%). Tocantins continua sendo o único estado ainda sem registro de mortes.

Segundo o balanço do governo, a taxa de letalidade do cornavírus se mantém na faixa dos 5,5% no país, resultado do cruzamento de dados de casos confirmados com o de óbitos. É importante salientar que o número de infectados tende a ser bem maior do que o calculado, pois testes são feitos majoritariamente em pessoas  hospitalizadas.

O governo de São Paulo também divulgou um balanço neste domingo. Segundo o levantamento, uma em cada quatro cidades do estado já tem pelo menos um caso confirmado de coronavírus. Isso representa um crescimento de 63,6% no período de uma semana. Em São Paulo, a maioria das mortes (73,4%) ocorreram com pacientes com 60 anos ou mais, mas há muitos casos que fogem desse perfil.

Um homem de 36 anos, que sofria de doença de chagas e se tratava da Covid-19, morreu neste domingo no Hospital de Campanha do Pacaembu, na Zona Norte da capital – a primeira até agora registrada no hospital montado às pressas no estádio de futebol para receber pacientes de baixa complexidade vindos da rede municipal de saúde.

No último domingo dia 5, o registro de mortes no Brasil estava em 486. Ou seja, em uma semana, o número mais do que dobrou.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade