Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
VEJA Gente Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Rose Miriam: ‘Qualquer pessoa na minha situação faria o mesmo’

Em carta, viúva de Gugu agradece manifestações de solidariedade

Por Redação Atualizado em 3 fev 2020, 12h34 - Publicado em 3 fev 2020, 12h20

Rose Miriam Di Matteo voltou a se manifestar após a repercussão da matéria de VEJA sobre sua batalha na Justiça para ser reconhecida como herdeira de Gugu Liberato, com quem teve três filhos. No texto, ela agradece as mensagens de apoio e fala também sobre as críticas que tem recebido.

“Como mãe e viúva de Gugu Liberato, agradeço às manifestações de solidariedade que tenho visto publicadas na imprensa e recebido pessoalmente de muitas pessoas. Minha intenção nunca foi criar um clima de desrespeito ao meu querido Gugu. Mas apenas de ser reconhecida como sua companheira e mãe de seus filhos. Tenho absoluta certeza de que qualquer pessoa que estivesse na minha situação, faria o mesmo para ser tratada com respeito e dignidade. Obrigado a todos pelo carinho e compreensão.”

Carta de Rose Miriam Di Matteo //Reprodução

+ Entrevista com Rose Miriam: “não vou viver de migalhas”

A médica já havia enviado a VEJA uma carta de próprio punho, em que garante que tinha uma boa relação com Gugu. Confira trecho:

Gugu foi um querido e zeloso pai e marido. Foi meu companheiro nos momentos felizes na criação e educação dos filhos. Ele era o pilar da casa! Quando vinha para cá, ficava o máximo de tempo que lhe era possível. Se não fosse o trabalho de apresentador e de empresário, teria um tempo maior para convivermos. Mas ele adorava ser apresentador querido e amado por todos. Gugu foi um homem íntegro e o mais generoso que já conheci na vida.

Mas no dia 20 de novembro deste último ano, ao chegar em nossa casa, sua vida foi ceifada de forma extremamente trágica em um acidente doméstico diante de nossos olhos. E agora as nossas vidas transcorrem na maior perda que já tivemos. O que nos resta agora é a dor da saudade de alguém inesquecível que só nos deu amor. Mas para nos confortar, temos a certeza que Gugu está calmo e bem pertinho de Deus.”

Leia aqui a carta na íntegra.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade