Clique e assine a partir de 8,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Uma leitora deste blog de 13 anos: “Lutar com petralhas é a luta mais vã, entanto…”

Joana, uma leitora deste blog de 13 anos, me envia esta maravilha: “Lutar com petralhas é a luta mais vã. Entanto luto mal rompe a manhã”. É uma paródia do poema “O Lutador”, de Carlos Drummond de Andrade, que começa assim: “Lutar com palavras é a luta mais vã. Então lutamos mal rompe a manhã”. […]

Por Reinaldo Azevedo - Atualizado em 31 jul 2020, 02h43 - Publicado em 3 nov 2014, 06h25

Joana, uma leitora deste blog de 13 anos, me envia esta maravilha:
“Lutar com petralhas
é a luta mais vã.
Entanto luto
mal rompe a manhã”.

É uma paródia do poema “O Lutador”, de Carlos Drummond de Andrade, que começa assim:
“Lutar com palavras
é a luta mais vã.
Então lutamos
mal rompe a manhã”.

Observem que a jovem troca a pessoa verbal da primeira do plural (lutamos) para a primeira do singular, uma forma de evidenciar seu compromisso pessoal com a batalha.

Dou a ela os meus parabéns, é claro! E ouso uma interpretação: ela considera vã a luta contra os petralhas não porque vençam sempre e seja inútil confrontá-los, mas porque essa doença do espírito pode ser incurável — daí a luta ser “vã”.

Post publicado originalmente às 22h55 deste domingo

 

Continua após a publicidade
Publicidade