Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Presidente da OAB é valentão com Cunha e submisso com Dilma

Doutor Coêlho se mostra disposto a ir ao STF contra presidente da Câmara. Dou meu apoio! Mas o que ele diz sobre os crimes de responsabilidade da presidente da República?

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 30 jul 2020, 23h53 - Publicado em 10 dez 2015, 16h39

Ora vejam…

O presidente nacional da OAB, Marcus Vinícius Furtado Coêlho, condenou as manobras dos aliados do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) no Conselho de Ética da Câmara. Segundo ele, se necessário, a Ordem está pronta para ingressar no Supremo com uma ação para garantir o funcionamento do colegiado.

Huuummm…

Ontem, um comandado do peemedebista conseguiu trocar o relator do processo que o acusa de quebra do decoro e adiou pela quinta vez a sessão do Conselho que decidiria seu futuro. Cunha nega que tenha usado sua influência no episódio e acusa o presidente do colegiado, José Carlos Araújo (PSD-BA), de ter feito uma manobra regimental para nomear o relator anterior, Fausto Pinato.

Só para lembrar: o Regimento Interno do Conselho de Ética proíbe que o relator de um processo por quebra de decoro seja do mesmo “partido” do acusado. Ora, Pinato é do PRB, e Cunha, do PMDB. Ambos pertencem ao mesmo bloco, não ao mesmo partido. Mas sigamos.

Volto à OAB… Eh, Coêlho!!! Gostaria de ver tanta altivez também contra o governo federal.

Eu gostaria de ver doutor Coêlho a negar, usando a sua condição de advogado, que Dilma tenha cometido crime de responsabilidade…

O destino de Cunha já está selado. É questão de tempo. A coragem de doutor Coêlho tem um quê de covardia.

Já o de Dilma, bem, este não está, né? Vamos, doutor Coêlho, coragem!!!

Continua após a publicidade
Publicidade