Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Lula pode perder pêlos, mas não perde o vício. No PA, ele dá a receita para um governante enrolado com as leis: convocar o povo

O dia começou ontem com um Lula todo decoroso e respeitoso (ver post abaixo) a afirmar que aquele que erra tem de pagar etc. No Rio, Dilma Rousseff (post nesta página) defendeu as conquistas da civilização. Pois é. À noite, o Babalorixá de Banânia foi a um comício em Belém em favor de Ana Júlia […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 14h13 - Publicado em 17 set 2010, 07h53

O dia começou ontem com um Lula todo decoroso e respeitoso (ver post abaixo) a afirmar que aquele que erra tem de pagar etc. No Rio, Dilma Rousseff (post nesta página) defendeu as conquistas da civilização. Pois é.

À noite, o Babalorixá de Banânia foi a um comício em Belém em favor de Ana Júlia Carepa (PT), que disputa a reeleição. E como foi que o PRESIDENTE DA REPÚBLICA se referiu aos partidos de oposição? Assim, segundo informa o Diário do Pará:
“Todos são farinha do mesmo saco. Começaram como Arena, PDS, PSL, DEM e tucanos. Eles ficavam trocando o poder entre eles, e nós brigando aqui embaixo. Antes da Eleição, todo mundo se preocupa com os pobres, mas, depois da eleição, o primeiro café, almoço e janta é com os ricos, e a bordoada é com os pobres”.

A esmagadora maioria dos “ricos” do Brasil apóia a candidatura de Dilma Rousseff. José Sarney, que já foi presidente do PDS (antiga Arena), é um dos preciosos aliados de Lula, que se uniu também a Fernando Collor, entre outros.

E Lula deu o remédio para todos os males:
“Queria dizer que aprendi uma lição: quando a situação está difícil, só tem um remédio. Ir com o povo nas ruas. O povo sabe como falar. Só não pode se esconder”.
Tradução: se um governante tiver o apoio do povo,  o negócio é ir para as ruas, pouco
importa o crime que cometa. Corolário: a lei é para governos impopulares!

Continua após a publicidade
Publicidade