Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

STJ mantém condenação de André do Rap por tráfico internacional de drogas

Traficante, solto por decisão do ministro do STF Marco Aurélio Mello, foi condenado a 15 anos de prisão

Por Mariana Muniz 13 out 2020, 19h49

​A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve a condenação do traficante André de Oliveira Macedo, o André do Rap, à pena de 15 anos, seis meses e 20 dias pelo crime de tráfico internacional de drogas. O criminoso, que estava preso há um ano, foi solto na última sexta-feira por uma decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal.

Em conjunto com outros réus, André do Rap foi investigado e denunciado no âmbito da Operação Oversea, deflagrada pela Polícia Federal em 2014.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), a organização criminosa da qual o traficante é líder se especializou no envio de drogas para o exterior – principalmente para a Europa – a partir do Porto de Santos (SP), com a utilização de contêineres.

Os ministros do STJ mantiveram a decisão monocrática do relator, ministro Rogerio Schietti Cruz, por entenderem que não seria possível analisar o mérito do recurso do criminoso.

Continua após a publicidade
Publicidade