Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

PGR pede abertura de inquérito contra Wilson Witzel

Pedido de investigação contra governador do Rio foi encaminhado ao STJ

Por Mariana Muniz Atualizado em 29 abr 2020, 20h03 - Publicado em 29 abr 2020, 18h51

A PGR de Augusto Aras pediu a abertura de inquérito para investigar possíveis crimes praticados pelo governador do Rio, Wilson Witzel. O pedido sigiloso foi encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça, a instância competente para o julgamento de governadores.

Fontes do Palácio Guanabara acreditam que a investigação estaria ligada à suposta nomeação de funcionários-fantasma no Executivo fluminense.

Na avaliação de interlocutores do governador do Rio, o inquérito é resultado de perseguição política implementada pela PGR supostamente a serviço de Jair Bolsonaro – que nutre um desafeto público por Witzel.

Em nota, a assessoria de imprensa do governo do Rio afirmou que “atendendo às determinações de transparência, austeridade e lisura da atual gestão”, está “à disposição para contribuir com qualquer investigação”.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade