Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Para agradar evangélicos, Crivella não aplica Lei do Silêncio

Sem repressão a cultos barulhentos

Por Da Redação - Atualizado em 14 jun 2018, 12h39 - Publicado em 14 jun 2018, 12h34

Sancionada pelo prefeito do Rio, Marcelo Crivella, a Lei do Silêncio completa 1 ano em julho.

No entanto, a prefeitura não consegue reprimir esse tipo de ilegalidade.

Os cultos religiosos estão entre os maiores responsáveis por reclamações recebidas pelo 1746, a linha da prefeitura responsável por receber reclamações.

São muitas as desculpas oficiais, mas a verdade é que o prefeito e bispo da Igreja Universal teme os reflexos nos cultos evangélicos.

Publicidade

Ele não quer se indispor com seu rebanho.

Publicidade