Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Omar Aziz determina a prisão de Roberto Dias na CPI

Ex-diretor de Logística da Saúde foi levado pela Polícia Legislativa do Senado, mas deve ser liberado por decisão do presidente Rodrigo Pacheco

Por Robson Bonin Atualizado em 7 jul 2021, 18h53 - Publicado em 7 jul 2021, 17h31

Presidente da CPI da Pandemia, Omar Aziz determinou a prisão de Roberto Dias por mentir no depoimento aos senadores. Dias foi levado pela Polícia Legislativa do Senado. Está preso, mas deve ser liberado por decisão do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. O argumento que será utilizado é de que a sessão no plenário da Casa já estava aberta quando Aziz decretou a prisão. Com a ordem do dia aberta, a CPI deveria ter interrompido os trabalhos, mas seguiu, o que caracterizaria a ilegalidade da prisão.

O ex-diretor de Logística vem depondo desde cedo na comissão e claramente omitindo informações e caindo em contradições sobre as negociações com o grupo que tentava vender vacinas ao governo. Mais cedo Aziz deixou claro que sabia que o ex-diretor estava omitindo informações.

Dias foi citado por Dominguetti, o policial militar que tentava vender vacinas ao governo, como autor de um pedido de propina em troca da compra de vacinas pelo governo.

O ex-diretor admitiu ter jantado com o policial para tratar do negócio, mas disse que o encontro foi apenas “um chope”.

 

Continua após a publicidade
Publicidade