Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O último vinho de Eduardo Cunha

Apesar de evangélico, Eduardo Cunha nunca abriu mão de um bom vinho. A quem lhe perguntava se a religião permitia ele dizia que se até Jesus Cristo apreciava a bebida, por que ele não poderia? Uma de suas últimas taças antes de ser preso foi degustada em belo e amplo apartamento na avenida Vieira Souto, […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 21h28 - Publicado em 28 out 2016, 07h30
Cunha: inabalável

No Rio

Apesar de evangélico, Eduardo Cunha nunca abriu mão de um bom vinho.

A quem lhe perguntava se a religião permitia ele dizia que se até Jesus Cristo apreciava a bebida, por que ele não poderia?

Uma de suas últimas taças antes de ser preso foi degustada em belo e amplo apartamento na avenida Vieira Souto, em Ipanema, onde está o metro quadrado mais caro do país.

O apartamento, de frente para o mar, é de propriedade do advogado brasiliense Marcelo Galvão, filho do ex-ministro do STF Ilmar Galvão.

Apesar do ambiente de descontração no apartamento, nem todos os moradores do prédio ficaram contentes com a presença do ex-presidente da Câmara no imóvel.

Para evitar confusões, Cunha teve que sair discretamente pela garagem do prédio quando resolveu voltar para casa.

ATUALIZAÇÃO – Apesar de o apartamento ser propriedade de Marcelo, o advogado não participou do evento.

Ele informou o Radar que, além de não conhecer Cunha, o apartamento está alugado ao advogado Reginaldo de Castro, que já advogou para o ex-parlamentar.

Continua após a publicidade

Publicidade