Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O juiz de Rosa

A decisão de Rosa Weber, de só dar seu voto sobre lavagem de dinheiro no final do julgamento do mensalão, foi a segunda pedra no sapato de advogados colocada pelo juiz federal e auxiliar de Rosa, Sérgio Moro. Considerado linha dura e especialista em lavagem de dinheiro, não é de hoje que Moro desagrada a […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 08h01 - Publicado em 29 ago 2012, 11h03

Linha dura

A decisão de Rosa Weber, de só dar seu voto sobre lavagem de dinheiro no final do julgamento do mensalão, foi a segunda pedra no sapato de advogados colocada pelo juiz federal e auxiliar de Rosa, Sérgio Moro.

Considerado linha dura e especialista em lavagem de dinheiro, não é de hoje que Moro desagrada a turma da OAB.

Em julho de 2010 a Ordem entrou com uma representação contra Moro no CNJ acusando-o de bisbilhotar conversas profissionais entre presos e advogados.

Ele é um dos juízes que autorizou o monitoramento de conversas entre presos e advogados no presídio de segurança máxima de Catanduvas (PR), algo considerado abusivo e arbitrário pela OAB.

Continua após a publicidade
Publicidade