Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

O desabafo de Haddad pós-eleição

'Abraçar o capeta' para se viabilizar

Por Gabriel Mascarenhas 14 jan 2019, 07h31

Fernando Haddad sabe como ninguém o preço que pagou para se tornar o plano B do PT nas eleições deste ano.

Logo após o segundo turno, ele disse a um amigo que aceitou “abraçar o capeta” para se tornar candidato, dando as mãos a figuras que fizeram de tudo para tirá-lo do páreo, e citou como exemplo Wadih Damous e Luiz Eduardo Greenhalgh.

Publicidade