Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Marco Aurélio, do STF: ‘Admirei o trabalho de Herman Benjamin’

Meia palavra mais do que suficiente

Por Gabriel Mascarenhas - Atualizado em 12 Jun 2017, 19h06 - Publicado em 12 Jun 2017, 15h05

Não são todos os ministros do Supremo que ignoram a própria condição e atuam como agentes políticos, ora opinando, ora vociferando a respeito dos mais variados temas.

Marco Aurélio Mello, por exemplo, preferiu não tecer comentários a respeito da decisão do TSE de inocentar Dilma e Temer.

Mas nem por isso, ele deixou de dar seu recado.

Sobre o julgamento, Marco Aurélio afirma: “Admirei muito o trabalho do relator, ministro Herman Benjamin”.

Continua após a publicidade

Herman, importante lembrar, pediu a cassação da chapa presidencial vencedora em 2014 e votou pela inclusão no processo das assustadoras acusações feitas pelos delatores da Odebrecht.

“Estamos vivendo um período muito difícil, muito difícil. Temos quer ter temperança e serenidade”, concluiu Marc Aurélio, ao justificar a opção por não analisar o histórico veredicto dado pelas excelências do TSE.

Mas nem seria preciso. Para bom entendedor…

Publicidade