Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Fugitivo, Carlos Ghosn está cotado para disputar presidência do Líbano

Da prisão ao topo

Por Robson Bonin - Atualizado em 18 jan 2020, 13h01 - Publicado em 18 jan 2020, 12h01

Carlos Ghosn, o executivo que armou uma fuga cinematográfica do Japão, está cotado, acredite, para disputar a presidência do Líbano. Uma pesquisa já foi feita com o nome dele.

No calor dos acontecimentos da fuga de Ghosn, aliás, o governo brasileiro ficou dividido. Paulo Guedes queria uma demonstração de apoio do Planalto a Ghosn. Ernesto Araújo, do Itamaraty, foi contra – e ganhou a parada.

Publicidade