Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

E agora, Quintão?

Leonardo Quintão não sabe mais o que dizer após a revelação de que integrantes do PMDB de Minas Gerais receberam propina durante negociações de contratos da Petrobras, como mostrou a revista Época. Quintão é um dos autores do pedido de abertura de CPI da Petrobras na Câmara. Sim, mas também pertence à bancada mineira de […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 05h38 - Publicado em 12 ago 2013, 14h22

Mudança no discurso

Leonardo Quintão não sabe mais o que dizer após a revelação de que integrantes do PMDB de Minas Gerais receberam propina durante negociações de contratos da Petrobras, como mostrou a revista Época.

Quintão é um dos autores do pedido de abertura de CPI da Petrobras na Câmara. Sim, mas também pertence à bancada mineira de deputados peemedebistas. E agora?

Agora, claro, Quintão afirma que qualquer indício de irregularidade deve ser investigado, mas deixa transaparente o desconforto quando perguntado se tomará providências para apertar o cerco e apurar as recentes denúncias contra a estatal.

Tergiversa Quintão:

– Pois é, ainda não sei. Tive notícias de que saiu a matéria, mas eu mesmo não li. E também, agora, desde que fui escolhido relator do projeto do Código da Mineração, não tenho tempo mais para nada. Vamos ver como vai ficar isso aí.

Ao contrário de Quintão, o outro deputado que assina o pedido de CPI, o alagoano Mauricio Quintella (PR) já avisou que vai recorrer à Justiça para que a investigação saia do papel e seja instalada na Câmara.

Continua após a publicidade
Publicidade