Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Cresceu, mas…

As vendas de e-books da DLD, distribuidora que reúne as principais editoras do Brasil, tiveram um crescimento de 11% entre janeiro e julho em comparação com o mesmo período do ano passado. Ainda assim, não se pode falar em explosão dos livros digitais: representam apenas 4% do mercado. Nos EUA, há três anos, o volume […]

Por Da Redação - Atualizado em 10 fev 2017, 13h14 - Publicado em 30 ago 2015, 11h08
Kindle

E-books: apenas 4% do mercado depois de três anos

As vendas de e-books da DLD, distribuidora que reúne as principais editoras do Brasil, tiveram um crescimento de 11% entre janeiro e julho em comparação com o mesmo período do ano passado.

Ainda assim, não se pode falar em explosão dos livros digitais: representam apenas 4% do mercado. Nos EUA, há três anos, o volume de e-books vendidos não cresce.

Publicidade