Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Clima quente na CPI

A CPI do Ecad quer colher o depoimento do superintendente da União Brasileira de Compositores (UBC), José Antônio Perdomo Corrêa. A fala estava agendada para hoje, mas foi adiada porque Perdomo alegou que havia sido convocado com menos de 48 horas de antecedência. Randolfe Rodrigues acolheu a justificativa, mas avisou que um novo adiamento fará […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 10h33 - Publicado em 6 out 2011, 17h28

A CPI do Ecad quer colher o depoimento do superintendente da União Brasileira de Compositores (UBC), José Antônio Perdomo Corrêa. A fala estava agendada para hoje, mas foi adiada porque Perdomo alegou que havia sido convocado com menos de 48 horas de antecedência.

Randolfe Rodrigues acolheu a justificativa, mas avisou que um novo adiamento fará com que a CPI aprove a condução coercitiva de Perdomo ao Congresso.

Perdomo é um dos homens mais poderosos do mundo da música. Tão poderoso quanto misterioso. Talvez a CPI ajude a desvendar um pouco este personagem das sombras.

Publicidade