Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Cidade do RS rompe com Xuxa por ‘militância vegana’

Rainha da pequena Santa Rosa, apresentadora caiu em desgraça após condenar consumo de carne suína

Por Lucas Vettorazzo Atualizado em 3 jun 2021, 10h40 - Publicado em 3 jun 2021, 12h30

A conhecida militância da apresentadora Xuxa Meneghel pela alimentação vegana e contra a crueldade com animais tem ofendido alguns moradores da pacata Santa Rosa, cidade de pouco mais de 70.000 habitantes no Rio Grande do Sul, terra natal da Rainha dos Baixinhos. 

Apesar de ser a cidadã mais ilustre da cidade, seus posicionamentos desagradam a comunidade, já que a economia local gira em torno do agronegócio, mais precisamente a produção de proteína animal. Santa Rosa também é conhecida como a primeira a apostar no cultivo da soja em grande escala no país. 

Recentemente, Xuxa publicou em suas redes um vídeo contra o abate e o consumo de porcos, o que desencadeou a ira do seu conterrâneo e ex-colega de estúdio Betto Almeida. 

Almeida trabalhou como cenógrafo e produtor do programa da Xuxa na Globo, nos idos dos anos 1990. Foi de iniciativa dele, em 2002, a construção de um grande pórtico rosa em homenagem à apresentadora na entrada da cidade. 

Nesta semana, ele anunciou que rompeu relações com Xuxa por causa das posições dela. Almeida defendeu descaracterizar o pórtico, retirar a foto da apresentadora e trocar a frase “Santa Rosa Terra da Xuxa” para “Santa Rosa berço da soja”. Segundo ele já existe uma petição pública para a mudança no monumento.  

“A Xuxa não me representa mais”, disse ele em vídeo postado nas redes sociais. “O maior PIB do nosso município provém do nosso frigorífico”, explicou Almeida em entrevista ao programa de rádio de Zelindo Cancian.  

Continua após a publicidade
Publicidade