Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Cadeiras (quase) cativas

O maior receio dos donos de cadeiras cativas no Maracanã está prestes a se consolidar. No modelo de concessão estudado pelo governo do Rio de Janeiro, os antigos proprietários perderiam o direito de usar os tradicionais assentos. O motivo é simples. Um dos atrativos para a privatização do estádio é justamente a venda de camarotes […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 09h52 - Publicado em 20 dez 2011, 08h42

Maracanã: as cativas vão acabar

O maior receio dos donos de cadeiras cativas no Maracanã está prestes a se consolidar. No modelo de concessão estudado pelo governo do Rio de Janeiro, os antigos proprietários perderiam o direito de usar os tradicionais assentos.

O motivo é simples. Um dos atrativos para a privatização do estádio é justamente a venda de camarotes e cadeiras para pessoas físicas e patrocinadores.

Como uma enxurrada de processos pode vir a tona, o governo agora estuda uma saída jurídica para o problema e a melhor forma de comunicar a mudança para os donos.

Continua após a publicidade
Publicidade