Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Augusto Aras e a demissão coletiva da Lava-Jato de São Paulo

Procurador-geral da República não ficou nada satisfeito com a debandada do grupo esta semana

Por Robson Bonin Atualizado em 7 set 2020, 10h49 - Publicado em 7 set 2020, 10h34

Augusto Aras não engoliu a debandada da Lava-Jato em SP, que esta semana pediu demissão coletiva após atritos com a nova coordenação.

“É um ataque sistêmico. Esse ato político terá consequências”, disse o procurador-geral da República a um aliado.

ASSINE VEJA

Os riscos do auxílio emergencial Na edição da semana: a importância das reformas para a saúde da economia. E mais: os segredos da advogada que conviveu com Queiroz
Clique e Assine
Publicidade