Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Arruda fala

Acabou neste momento o pronunciamento de José Roberto Arruda. Acompanhado de dois advogados, Arruda atacou Durval Rodrigues. Disse que Durval é um homem intimamente ligado a Joaquim Roriz e que respondia a 32 processos todos por atos praticados no governo anterior (Durval é tudo isso, mas foi desde o primeiro dia secretário de Relações Institucionais […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 16h19 - Publicado em 30 nov 2009, 18h58

Acabou neste momento o pronunciamento de José Roberto Arruda. Acompanhado de dois advogados, Arruda atacou Durval Rodrigues.

Disse que Durval é um homem intimamente ligado a Joaquim Roriz e que respondia a 32 processos todos por atos praticados no governo anterior (Durval é tudo isso, mas foi desde o primeiro dia secretário de Relações Institucionais de quem? De Arruda).

Arruda afirmou ainda que vai colaborar com as investigações, que confia na Justiça e que continuará trabalhando. (Existe frase mais sem credibilidade do que essa de que “vai colaborar”, vindo de alguém flagrado como foi Arruda?)

Sobre a saída do DEM foi lacônico:

– Estamos firmes e vamos até o fim.

Arruda voltou a falar que o maço de dinheiro que recebeu se destinava a “ações sociais” (os tais panetones para as criancinhas pobres) e garantiu que foram regularmente registrados ou contabilizados na campanha.

Afirmou ainda que o seu governo reduziu os gastos com informática em mais de 50% em relação ao governo anterior, o que teria provocado as denúncias:

– Isso contrariou muitos interesses políticos e empresariais. (Outro clichê insuportável de políticos apanhados com a mão na massa).

Continua após a publicidade

Publicidade