Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Anvisa, essa mãe

O procurador-geral do MP no TCU, Lucas Furtado enviou ao plenário um processo que mostra bem como as coisas não deveriam funcionar na Anvisa. Trata da história do ex-gerente-geral da Agência para Vigilância Sanitária de Portos Paulo Nunes, que conseguiu botar sua mulher, Dirciara de Garcia, num cargo comissionado da Anvisa. O caso, que seria […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 06h32 - Publicado em 5 abr 2013, 07h03

Nepotismo e diárias

O procurador-geral do MP no TCU, Lucas Furtado enviou ao plenário um processo que mostra bem como as coisas não deveriam funcionar na Anvisa.

Trata da história do ex-gerente-geral da Agência para Vigilância Sanitária de Portos Paulo Nunes, que conseguiu botar sua mulher, Dirciara de Garcia, num cargo comissionado da Anvisa.

O caso, que seria o clássico do nepotismo, ganhou contornos ainda piores quando se percebeu que o casal, de Porto Alegre, fez dezenas de viagens à sua cidade, nos fins de semana, com direito a diárias pagas pela Anvisa.

A expectativa é que o TCU conclua o julgamento do caso ainda neste mês.

Continua após a publicidade
Publicidade