Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A disputa pelo cargo de Defensor-público-geral da União pega fogo

Ministros do governo, evangélicos e até deputados bolsonaristas atuam no lobby de indicados para convencer Bolsonaro

Por Evandro Éboli Atualizado em 27 ago 2020, 21h15 - Publicado em 28 ago 2020, 11h11

É acirrada a disputa para a escolha do novo Defensor Público-Geral Federal. A lista tríplice já está com Jair Bolsonaro.

O atual DPG, Gabriel Faria Oliveira – o mais votado entre os três – larga na frente. É apadrinhado por Onyx Lorenzoni e tem a simpatia de Damares Alves.

O segundo, Daniel Macedo, agrega apoio de setores evangélicos.

O terceiro lugar, Leonardo Magalhães, é o favorito da deputada Bia Kicis, que o levou a Eduardo Bolsonaro dia desses.

Continua após a publicidade
Publicidade