Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ibope: segundo turno tem disputas apertadas em Maceió, Vitória e Cuiabá

Nas três capitais, a diferença entre os candidatos está dentro da margem de erro

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2020, 10h59 - Publicado em 23 nov 2020, 21h12

Levantamentos feitos entre os dias 21 e 23 de novembro e divulgados nesta segunda-feira, 23, pelo Ibope mostra que a disputa pela prefeitura está acirrada no segundo turno em três capitais: Maceió, Vitória e Cuiabá.

Em Maceió, o deputado federal João Henrique Caldas (PSB) aparece com 42% das intenções de voto, o que o coloca numericamente à frente do adversário Alfredo Gaspar de Mendonça (MDB), ex-procurador de Justiça que disputa a sua primeira eleição e tem 38%. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos. Neste momento, 11% dos eleitores declaram a intenção de votar em branco ou anular o voto e 9% não sabem ou preferem não responder.

A pesquisa ouviu 504 eleitores e foi registrada na Justiça Eleitoral sob o nº AL-08875/2020.

Em Vitória, o delegado Lorenzo Pazolini (Republicanos) tem 48% das intenções de voto e está empatado tecnicamente com o ex-prefeito João Coser (PT), que tem 43%. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos. Entre os entrevistados, 7% disseram que pretendem votar em branco, em nenhum ou anular o voto e 3% disseram não saber em quem votar. Coser, que é um dos fundadores do PT, dirigiu a prefeitura por dois mandatos, entre 2004 e 2012. Já Pazolini é ligado ao bolsonarismo e às pautas conservadoras e estreou na política em 2018 ao se eleger deputado estadual.

A pesquisa ouviu 602 eleitores e foi registrada na Justiça Eleitoral sob o nº ES-05907/2020.

  • Em Cuiabá, também há empate técnico, mas no limite da margem de erro de quatro pontos percentuais. O atual prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) tem 40% das intenções de voto, enquanto seu desafiante, Abilio Júnior (Podemos), tem 48%. Brancos e nulos somam 7%, enquanto 6% se declararam indecisos.

    A pesquisa ouviu 602 votantes e foi registrada na Justiça Eleitoral sob o nº MT-07435/2020.

    Continua após a publicidade
    Publicidade