Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A elite vermelha: depois do Lulinha, o sobrinho do Lula

1) Era uma vez o sobrinho do Lula. Taiguara Rodrigues dos Santos, segundo a VEJA desta semana, “ganhava a vida em Santos, no litoral de São Paulo, onde se estabelecera como pequeno empresário, dono de 50% de uma firma especializada em fechar varandas de apartamentos. Mas a maré mudou.” “Em 2012, uma de suas empresas […]

Lulas montagem

Lula, Lulinha e o sobrinho “Guevara” do Lula: todos ricos

1) Era uma vez o sobrinho do Lula.

Taiguara Rodrigues dos Santos, segundo a VEJA desta semana, “ganhava a vida em Santos, no litoral de São Paulo, onde se estabelecera como pequeno empresário, dono de 50% de uma firma especializada em fechar varandas de apartamentos. Mas a maré mudou.”

“Em 2012, uma de suas empresas de engenharia, a Exergia Brasil, foi contratada pela Odebrecht para trabalhar na obra de ampliação e modernização da hidrelétrica de Cambambe, em Angola. O acerto entre as partes foi formalizado no mesmo ano em que a Odebrecht conseguiu no BNDES um financiamento para realizar esse projeto na África”.

Resultado: algum tempo depois, Taiguara já “havia comprado uma cobertura dúplex de 255 metros quadrados em Santos, dirigia um Land Rover Discovery de 200.000 reais e tomou gosto por viagens pelas capitais do mundo, hospedando-se sempre em hotéis de alto luxo”.

O sobrinho do Lula está rico.

2) Era uma vez Lulinha.

Fábio Luís Lula da Silva era, nas palavras de Jair Bolsonaro, “limpador de estrume de elefante no Zoológico de São Paulo”. Até os 28 anos, ganhava R$ 600. Mas a maré mudou.

Menos de um ano após a posse do pai em 2002, Lulinha virou sócio de uma produtora especializada em jogos, a Gamecorp, que, com capital de apenas 100.000 reais, conseguiu vender parte de suas ações à Telemar, a então maior empresa de telefonia do país, por 5,2 milhões de reais. Em 2006, a Telemar injetou outros R$ 10 milhões na Gamecorp como antecipação de compra de comerciais na Play TV, antigo Canal 21, arrendado por 10 anos à empresa de Lulinha pela Rede Bandeirantes para seis horas de programação diária.

Como a Telemar tinha capital público e era uma concessionária de serviço público, a sociedade com o filho do presidente sempre causou estranheza. O objetivo mais óbvio seria comprar o acesso que ele tinha a altas figuras da República. Sim: Lulinha foi acionado para defender interesses maiores da Telemar junto ao governo do pai. Em especial, em setores em que se estudava uma mudança na Lei Geral das Telecomunicações, que impedia a compra da Brasil Telecom. No fim de 2008, veio a “coincidência”: a lei foi alterada por decreto de Lula, e a Telemar formou com a Brasil Telecom um império de telecomunicações.

Lulinha está rico.

3) Era uma vez Lula.

Calma: não vou contar a história do sindicalista que subiu ao poder pregando a ética na política.

Só lembro seu comentário em 2006 sobre a estranha evolução de patrimônio do filho:

“Porque deve haver um milhão de pais reclamando: por que meu filho não é o Ronaldinho? Porque não pode todo mundo ser o Ronaldinho.”

Não pode todo mundo enriquecer depois de receber 15 milhões de reais da Telemar. Não pode todo mundo enriquecer depois de assinar um contrato com a Odebrecht. Não pode todo mundo ser filho ou sobrinho do presidente da República.

Lula já tem dois “Ronaldinhos”. Os três estão ricos, enquanto o Brasil está pobre.

* Veja também aqui no blog:
Como empregar parentes: aprenda com Dilma, Pezão, Cabral e outros. Isto, sim, é o verdadeiro Bolsa-Família

Felipe Moura Brasil ⎯ http://www.veja.com/felipemourabrasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    roberto

    Poder,pode.Mas não se deve.Dizia uma professora de etiqueta.Não misturar a coisa
    pública c/ o particular.O cara não é nem parente direto,imaginem então que,
    realmente,não conseguiu seu primogênito-varão.Acho que não é boato.É fato e p/a
    fatos não há argumentos.Mas,mesmo assim, há aqueles que defendem que troca de favores entre os pares não faz mal.Pode?.Poder,pode.Mas não se deve…né,seu
    piaba?.

    Curtir

  2. Comentado por:

    João Guilherme

    É por essa e outras que o Brasil em peso irá para às ruas em 15 de março. Alguma coisa vai ter de ser feita. Agora continuar essa safadeza que estamos vendo afundar o país cada vez mais é que não dá para aguentar. Espero que o povo em geral continue dando apoio ao juiz Sérgio Moro, para ir continuar indo fundo no caso do Lava Jato, ele vai precisar muito do nosso apoio. Agora uma coisa é certa quando a caixa preta do BNDES for aberta, esse escândalo da Petrobras ficará no chinele, simplesmente, porque foram emprestados milhões e milhões dos nossos pesados impostos para várias ditaduras africanas, que nunca terão condições de pagar esses empréstimos para o Brasil. Com esses empréstimos secretos, nos quais o Congresso Nacional não toma conhecimento de nada, a situação vai se agravar ainda mais.
    Sinceramente eu não sou a favor da volta dos militares ao poder, agora se continuar essa pouca vergonha com o dinheiro público e esse desgoverno do PT afundando cada dia mais o país, aí eu sou sem dúvidas que os militares voltem ao poder e coloque a casa em ordem como aconteceu em 1964, que esses comunistas que conseguiram chegar ao poder pregaram uma falsa Democracia, tentaram transformar o Brasil num país comunista, mas foram derrotados. E o pior que eles estão tentando fazer a mesma coisa agora e vão quebrar a cara de novo, simplesmente porque o povo brasileiro nunca aceitará que o Brasil se transforme num país comunista, simplesmente porque o brasileiro ama a sua liberdade de expressão e o seu ir e vir e segundo que o militares nunca permitirão isso como não permitiram em 1964, infelizmente só mesmo o militares, até porque todas as nossas instituições sérias já foram contaminadas por esses comunistas corruptos e usurpadores do erário.

    Curtir

  3. Comentado por:

    eliete

    Muito triste

    Curtir

  4. Comentado por:

    Getúlio Dealmino Fava

    As felizes coincidências sempre vão acontecer quando de alguma forma temos como interferir no processo, na razão diretamente proporcional

    Curtir

  5. Comentado por:

    Volmar Bido

    Comunista Rico é um Comunista sem Miséria.Haaa.

    Curtir

  6. Comentado por:

    Rivadávia Rosa

    Nenhum reparo ao texto. Mas o fato é que quando um País não tem uma elite dirigente responsável – que é o que há de mais qualificado a serviço da sociedade (interesse público) – desgraçadamente – é governado por uma minoria, sobretudo por facções, grupos e ‘máfias’ políticas – “zelites”, no caso “vermelha” – a serviço de seus próprios interesses. E tudo em nome do respeitável e distinto povo – SOBERANO ABSOLUTO.

    Curtir