Clique e assine a partir de 9,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Uma homenagem a Paulo Leminski

O poeta completaria 74 anos nesta sexta-feira

Por Augusto Nunes - Atualizado em 30 jul 2020, 20h21 - Publicado em 24 ago 2018, 07h07

Um dos mais geniais poetas brasileiros, Paulo Leminski completaria 74 anos nesta sexta-feira. Em homenagem ao escritor que morreu precocemente, em 1989, a coluna publica um de seus mais belos poemas.

Dor elegante

Um homem com uma dor
É muito mais elegante
Caminha assim de lado
Com se chegando atrasado
Chegasse mais adiante

Carrega o peso da dor
Como se portasse medalhas
Uma coroa, um milhão de dólares
Ou coisa que os valha

Ópios, édens, analgésicos
Não me toquem nesse dor
Ela é tudo o que me sobra
Sofrer vai ser a minha última obra

Publicidade