Clique e assine com até 92% de desconto
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Democracia é isso aí (2)

Boulos explica que, segundo a lógica da companheirada, quem ganha uma eleição pelo voto popular é antidemocrata

Por Augusto Nunes 29 out 2018, 20h22

“Bolsonaro é uma ameaça real à democracia brasileira. Por isso, já nos próximos dias, nós vamos contribuir pra impulsionar uma frente ampla pela democracia no Brasil com todos aqueles que, neste segundo turno, souberam se colocar do lado certo da história. É importante que aqui se diga e se reafirme: vai ter resistência. Entre a prisão e o exílio, nós escolhemos as ruas. Já na próxima terça-feira, o povo vai às ruas em várias cidades do país para afirmar nosso compromisso com a democracia e com nossos direitos”. (Guilherme Boulos, líder do MTST, informando que, segundo a lógica da companheirada, quem ganha uma eleição pelo voto popular é uma ameaça à democracia e quem planeja manifestações contra um governo que nem começou é democrata)

Publicidade