Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

#SanatórioGeral: Ato falho

Gilmar Mendes escreve o epitáfio que um dia enfeitará o jazigo da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal

“Simplesmente dizer: ‘Nós erramos, fomos de fato crápulas, cometemos crimes. Queríamos combater o crime, mas cometemos erros crassos, graves, violamos o Estado de Direito'”. (Gilmar Mendes, ministro do STF, ao recitar na entrevista à Folha o pedido de desculpas que a força-tarefa da Lava Jato deveria fazer ao país, acabando por produzir o epitáfio que um dia, depois da troca do verbo “combater” por “defender”, enfeitará o jazigo da Segunda Turma do Supremo)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. ViP Berbigao

    Parece bem claro q o Judiciário não vai entrar nunca em rota de colisão com os políticos.

    Curtir

  2. ViP Berbigao

    Caso contrário como poderão manter seus privilégios e concessão de gordos aumentos salariais?

    Curtir

  3. Geraldo Pereira

    E você, seu Mendes, em suas decisões tendenciosas, não comete nenhuma desobediência à Constituição?

    Curtir