Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Marta Suplicy e Tarso Genro entram na briga

“Não vou sossegar até que todo mundo chame a Dilma do jeito certo”, prometeu Marta Suplicy no discurso em que oficializou a candidatura ao título de Homem sem Visão de Fevereiro. A senadora está em campanha desde o histórico momento em que exigiu de José Sarney que se referisse à presidente da República como “senhora […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 12h52 - Publicado em 10 fev 2011, 20h47

“Não vou sossegar até que todo mundo chame a Dilma do jeito certo”, prometeu Marta Suplicy no discurso em que oficializou a candidatura ao título de Homem sem Visão de Fevereiro. A senadora está em campanha desde o histórico momento em que exigiu de José Sarney que se referisse à presidente da República como “senhora presidenta”. Segundo um assessor, a principal bandeira da candidata é a troca do e pelo a. “A chefe agora diz que sempre foi valenta”, informou a fonte. “E vai obrigar Madre Superiora a chamá-la de vice-presidenta”.

Também nesta quinta-feira, a Comissão Organizadora recebeu o pedido de inscrição de Tarso Genro, que continua enxergando uma ditadura na Itália e vê no terrorista Cesare Battisti um herói da resistência. “O chefe está sem tempo pra cuidar do Rio Grande do Sul porque só pensa no companheiro Battisti”, contou um assessor.

Já estão no páreo o senador José Sarney, o ministro Edison Lobão, o ministro Guido Mantega e a reitora da Universidade Federal de Viçosa, Nilda de Fátima Ferreira Soares.

É briga de foice no escuro, leitores-eleitores! Outra eleição de assustar cardíacos! Quem será o vencedor? Ou a vencedora? Surgirão mais candidatos? Que vença o pior!

Continua após a publicidade
Publicidade