Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Conta outra, doutor

“O procurador agiu com base em meros boatos. Não existe o menor indício de qualquer irregularidade” José Roberto Batochio, advogado de Antonio Palocci, sobre a decisão do procurador Paulo José Rocha Júnior de investigar o milagre da multiplicação do patrimônio, recitando a mesmíssima frase que decorou em 2009 para livrar o cliente do merecidíssimo castigo […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 11h50 - Publicado em 29 Maio 2011, 07h27

“O procurador agiu com base em meros boatos. Não existe o menor indício de qualquer irregularidade”

José Roberto Batochio, advogado de Antonio Palocci, sobre a decisão do procurador Paulo José Rocha Júnior de investigar o milagre da multiplicação do patrimônio, recitando a mesmíssima frase que decorou em 2009 para livrar o cliente do merecidíssimo castigo pelo estupro do sigilo bancário do caseiro Francenildo Costa.

Publicidade