Arqueólogos descobrem seis múmias em túmulo egípcio

Também foram encontrados sarcófagos de madeira, mil pequenas figuras funerárias na tumba e indícios de que existam outras múmias no local

Seis múmias foram encontradas em um túmulo da época dos faraós, no sul do Egito, conforme informou o ministério das Antiguidades do país nesta terça-feira. Além das múmias, os arqueólogos descobriram sarcófagos de madeira com cores vivas e mil pequenas figuras funerárias na tumba, próxima à cidade de Luxor. Segundo o ministério, há indícios de que existam ainda mais múmias no local. “É uma descoberta importante, e não está terminada”, comemorou Khaled Al Anani, ministro das Antiguidades.

Os pesquisadores acreditam que a cripta pertencia a Userhat, um magistrado da XVIII dinastia (1550-1295 A.C.) que possuía o título de “juiz da cidade”, e que o local teria sido reutilizado séculos depois, já sob a XXI dinastia, para abrigar outras múmias. “Foi uma surpresa encontrar tantos elementos dentro: utensílios de argila com o nome do proprietário do túmulo, vários sarcófagos e múmias, assim como mais de mil ‘ushebti’ — estatuetas funerárias que eram colocadas nos túmulos para substituir o morto nas tarefas do além”, disse Anani, durante uma visita ao túmulo organizada para a imprensa.

Artefatos encontrados em tumba no Egito

Arqueólogos encontraram artefatos funerários em uma tumba próxima a cidade Luxor, Egito, como os mais de mil Ushabtis, que são pequenas estátuas usadas para substituir os mortos em tarefas póstumas – 18/04/2017 (Stringer/AFP)

Recentemente, o governo egípcio tem aprovado diversos projetos arqueológicos com a esperança de fazer novas descobertas. No início de abril, foram encontrados vestígios de uma pirâmide e, em março, os arqueólogos acharam estátuas da rainha Tiye, avó de Tutancâmon, e do faraó Ramsés II.

Artefatos encontrados em tumba no Egito

Arqueólogos encontraram artefatos funerários em tumba próxima a cidade Luxor, Egito, datando mais de 3.500 anos – 18/04/2017 (Stringer/AFP)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. A estátua descoberta em Heliópolis apontada como Ramses II não era dele, mas sim de Psamético I

    Curtir

  2. A estátua descoberta em Heliópolis que pensavam ser de Ramses II era na verdade de Psamético I

    Curtir