Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Filarmônica de Bremen dá motivo para reescutar Beethoven

Liderada pelo regente Paavo Järvi, a orquestra alemã encontra um meio-termo entre as versões mais ortodoxas de Beethoven e o tom solene e grandioso adotado pelos grupos sinfônicos do século XX. O grupo se apresentou na Sala São Paulo, no início de agosto.

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2018, 21h58 - Publicado em 8 ago 2013, 10h38
Publicidade