Clique e assine com 88% de desconto

‘Votação da cassação de Cunha não pode ter quórum baixo’

Rodrigo Maia diz que a prioridade é buscar a "pacificação" da Câmara para acelerar a análise de projetos e emendas que auxiliem o país a sair da crise

Por Da Redação - Atualizado em 10 dez 2018, 14h55 - Publicado em 19 jul 2016, 06h55

Novo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) afirma que colocará o processo de cassação de Eduardo Cunha em votação no próximo mês, mas evita cravar uma data porque teme a falta de quórum na Casa. “Não quero depois ficar com a pecha de que ajudei ou prejudiquei o Eduardo Cunha”, diz. Na entrevista, ele também fala sobre a Operação Lava Jato e o papel que a Câmara pode ter na recuperação da economia brasileira.

Publicidade