Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Vacina da Moderna contra o coronavírus gera até três meses de imunidade

Período foi aferido após a segunda dose; eficácia conhecida do medicamento é de 94%

Por Da Redação 4 dez 2020, 20h18

Nesta sexta-feira, quatro de dezembro, a farmacêutica americana Moderna divulgou que a sua vacina contra Covid-19 gera ao menos três meses de imunidade após a segunda dose. A análise levou em conta 34 voluntários saudáveis com idades entre 18 e 71 anos. 90 dias após a segunda aplicação foi possível aferir a alta presença de anticorpos nas amostras de quem recebeu a dosagem.

Também hoje, foi divulgado pelo jornal americano The Washington Post o envolvimento do atual CEO da Sinovac Biotech, Yin Widong, em escândalos de corrupção e pagamento de propina a agências regulatórias. A Sinovac, que produz a coronavac, vacina contra Covid-19 do Instituto Butantan, teria pagado pela liberação de seus imunizantes na China entre 2002 e 2011.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 46.884 novos casos de coronavírus e 694 mortes causadas pela doença, de acordo com dados do Ministério da Saúde. No total, o país acumula agora 6.533.968 infectados, 175.964 óbitos e 5.744.369 recuperados. A média móvel dos últimos sete dias é de 42.231 casos e de 570 mortes.

Leia mais sobre a pandemia de coronavírus: http://abr.ai/coronavirus-ultimas

Continua após a publicidade
Publicidade