Clique e assine com até 92% de desconto

Secretária é exonerada após censurar filme indicado ao Oscar

Katiane Gouvêa está sendo acusada de irregularidades em sua campanha eleitoral para Deputada Federal

Por Natália Nogueira, Da Redação 11 dez 2019, 18h41

Katiane Fátima Gouvêa era Secretária do Audiovisual, e estava no cargo há duas semanas.

Mesmo sem experiência no setor da Cultura, Katiane censurou o filme “A Vida Invisível”, do diretor brasileiro Karim Aïnouz.

Ela foi exonerada pelo titular da pasta de Cultura, Roberto Alvim. A decisão da exoneração é por conta das suspeitas de uso de dinheiro eleitoral em beneficio da sua própria empresa.

Publicidade