Clique e assine com 88% de desconto

Secretária é exonerada após censurar filme indicado ao Oscar

Katiane Gouvêa está sendo acusada de irregularidades em sua campanha eleitoral para Deputada Federal

Por Natália Nogueira, Da Redação - 11 dez 2019, 18h41

Katiane Fátima Gouvêa era Secretária do Audiovisual, e estava no cargo há duas semanas.

Mesmo sem experiência no setor da Cultura, Katiane censurou o filme “A Vida Invisível”, do diretor brasileiro Karim Aïnouz.

Ela foi exonerada pelo titular da pasta de Cultura, Roberto Alvim. A decisão da exoneração é por conta das suspeitas de uso de dinheiro eleitoral em beneficio da sua própria empresa.

Publicidade