Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Ex-presidente da CBF é condenado pela Justiça dos EUA

Segundo a acusação, José Maria Marin recebeu US$ 6,5 milhões enquanto esteve à frente da Confederação, entre 2012 e 2015

Por Da Redação - Atualizado em 10 dez 2018, 14h15 - Publicado em 22 dez 2017, 17h48

O ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) José Maria Marin foi condenado pela Justiça dos Estados Unidos em seis dos sete crimes de que era acusado. De acordo com a acusação, ele recebeu ao menos 6,5 milhões de dólares em propina durante os três anos em que esteve à frente da Confederação, entre 2012 e 2015.

As propinas dizem respeito às Copas América, Libertadores e do Brasil.

A sentença de Marin será definida por outra juíza, que não tem prazo para publicá-la.

O ex-presidente da CBF deve recorrer da condenação.

Publicidade