Group 21 Copy 4 Created with Sketch.
Giro VEJA com Da Redação

Estudo mostra que bebês infectados pelo zika podem ter autismo

Pesquisa desenvolvida por brasileiros mostra outras sequelas pela infecção do vírus para além da microcefalia

Um estudo publicado nesta quarta-feira mostra que os bebês infectados pelo vírus do zika podem ter outras consequências além da microcefalia. Segundo a pesquisa, apenas 10% dos fetos afetados pelo zika nascem com essa condição, que pode ter diferentes graus de sequelas para o cérebro do bebê e que, fisicamente, é caracterizada pelo tamanho da cabeça da criança, que é menor do que o esperado para a idade.

Quando adultas, essas pessoas podem ter autismo e esquizofrenia além de desenvolverem quadros de convulsões e epilepsia. A pesquisa foi feita só por cientistas brasileiros das Universidades Federais de São Paulo e do Rio de Janeiro e usou cobaias para tentar prever os efeitos a longo prazo do zika.

Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. O maior gerador de autismo no mundo chama-se : Vacina tríplice viral…. pesquisem na internet e o filme VAXXED.

    Curtir