Clique e assine a partir de 9,90/mês

Brasil registra 20.647 casos e 627 mortes por coronavírus em 24 horas

Diagnósticos positivos aumentaram 4.993 casos em relação à última segunda, dia em que normalmente há menos registros em decorrência do fim de semana

Por Da Redação - Atualizado em 15 jun 2020, 20h49 - Publicado em 15 jun 2020, 20h35

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) atualizou o boletim diário de óbitos e casos em decorrência da pandemia na Covid-19 no Brasil. Nas últimas 24 horas foram registrados 627 mortes e 20.647 novos casos em todo o país. Os números foram confirmados pelo balanço do Ministério da Saúde na noite desta segunda-feira, 15. Ao todo, o país chega a 43.959 mortes e 888.271 casos. A taxa de letalidade da doença é de 4,9%. A incidência da Covid-19 em todo o país é de 422,7 pessoas a cada 100.000 habitantes. De acordo com o levantamento diário da Universidade Johns Hopkins o Brasil é o segundo em número de diagnósticos e em óbitos ocorridos por Covid-19 em todo o mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.

A agência que regulamenta o uso de medicamentos nos Estados Unidos revogou nesta segunda a autorização emergencial que previa uso de cloroquina e hidroxicloroquina para tratamento de coronavírus. O órgão, que é equivalente a Anvisa aqui no Brasil, informou que não há evidências de que o medicamento usado contra malária funcione no tratamento de Covid-19. A medida contraria os desejos do presidente americano Donald Trump, que há meses encoraja a adoção da droga. O presidente brasileiro Jair Bolsonaro é outro grande entusiasta da cloroquina. E diante do mistério que gira em torno de quando tudo voltará ao normal, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou o adiamento da cerimônia de premiação do Oscar 2021, por causa da pandemia do coronavírus. Inicialmente programado para 28 de fevereiro, o evento acontecerá dois meses depois, em 25 de abril, uma virada esperada pela indústria cinematográfica.

Publicidade