Conheça o brasileiro que desenhou a história mais famosa do Batman

Rafael Grampá é conhecido pela altíssima qualidade de seu trabalho, o que o levou a ganhar o ‘Oscar’ dos quadrinhos e, agora, a trabalhar com Frank Miller

Por Filipe Vilicic, Da Redação - 26 nov 2019, 14h48

“Quadrinhos é uma fonte muito rica de produção e realização de ideias”. Assim o gaúcho Rafael Grampá, cujo perfil foi publicado em VEJA desta semana, explica sua escolha por ingressar nessa arte. A decisão floresceu aos 30 anos de idade, depois de uma vida de fazer desenhos em casa, que começou quando era criança e desenhava o Batman para a mãe – e ela confundia com um “burrinho”. Ele então abandonou seu trabalho e se dedicou ao sonho. Logo no início, suas HQs, como Mesmo Delivery e 5, foram aclamadas por público e crítica, nacional e internacional. No ano de 2008, ainda nesse início, ganhou o Eisner, o “Oscar” do setor.

Mas apenas agora, após um tempo sem muito produzir quadrinhos, todavia atuando em vários outros campos, como a direção de filmes curtos e clipes musicais, que ele volta de cabeça à arte que o consagrou. E publicará, em dezembro, nada menos que a continuação da história mais famosa de Batman, a célebre O Cavaleiro das Trevas. A nova obra – sobre a qual ele já compartilha, com exclusividade, suas impressões – será resultado de um trabalho de quatro anos em conjunto com o americano Frank Miller, um dos ícones mais geniais do mundo dos quadrinhos.

Na entrevista, Grampá fala de suas aventuras pelas artes, que o levaram ao topo de sua profissão. E até de Donald Trump, Bolsonaro e Greta Thunberg. Confira no vídeo no início desta reportagem.

 

Publicidade