Emma Stone estrela batalha entre feminismo e o machismo no tênis

Emma Stone dá vida a história da tenista Billie Jean King, que fez uma partida épica nos anos 70 contra Bobby Riggs, conhecida como A Guerra dos Sexos

Por Da Redação - Atualizado em 10 dez 2018, 14h28 - Publicado em 20 out 2017, 18h01

Protagonizado por Emma Stone e Steve Carrell, o novo longa ‘A Guerra dos Sexos’ usa o tênis e a famosa história de Billie Jean King para discutir o machismo e os direitos das mulheres. O filme retrata a história da tenista pioneira Billie Jean, que ganhou os principais torneios de tênis nos anos 70. Billie era feminista e lutava pela igualdade dos gêneros no mercado de trabalho e pelos direitos LGBT, após se assumir lésbica em uma época de extremo preconceito. A história é focada na partida entre Billie Jean e Bobby Riggs que, até hoje, é vista como muito mais que uma simples partida de tênis. Bobby, interpretado por Steve Carrell, era um grande campeão de tênis dos anos 40, desesperado para voltar às quadras de tênis e aos holofotes. Ele, que acreditava ser superior às tenistas femininas, começa à desafiá-las com o intuito de ser famoso novamente e provar que “lugar de mulher é na cozinha”. A batalha, vencida por Billie Jean, foi extremamente importante para o fortalecimento das ideias feministas e para a luta dos direitos LGBT. O tema do longa está longe de ser datado, enquanto hoje as mulheres ainda lutam por seus direitos no mercado de trabalho, pelo fim da diferença salarial, pelo respeito e valorização do seu trabalho e pelo fim do machismo.

 

Publicidade