Clique e assine a partir de 8,90/mês

O Facebook conseguirá resolver os problemas do próprio Facebook?

Após um dos fundadores da rede social ter definido a empresa como um monopólio que ameaça a democracia, a questão tem se tornado cada vez mais urgente

Por Da Redação - 22 Maio 2019, 10h00

No programa ‘A Origem dos Bytes’, o editor Filipe Vilicic, também titular do blog de mesmo nome, levanta o debate em torno da pergunta do título. Após diversos escândalos envolvendo a plataforma, vários dos quais desatacados na plataforma, o estopim foi Chris Hughes, cofundador do Facebook, ter definido, em artigo no The New York Times, a rede social como um monopólio que ameaçaria a democracia em vários países. Segundo ele, a solução seria o governo americano intervir no Facebook.

Para Hughes, ou os Estados Unidos diluiriam a gigante do Vale do Silício, como ao tirar da companhia o controle de Instagram e WhatsApp, ou teria de criar uma agência para fiscalizar as empresas digitais, impondo regras rígidas. Ou, ainda, a soma das duas alternativas.

Do lado do Facebook, este procura se mostrar capaz de resolver os problemas que ele mesmo criou. Será que consegue? Nesse jogo está em xeque o destino não só do Facebook. Mas, sim, e em efeito contínuo, o das maiores empresas do planeta. Entenda o cenário no vídeo de A Origem dos Bytes.

Publicidade